Ex-prefeitos de Aroeiras retiram apoio Cássio e aderem à reeleição de Ricardo

outubro 9, 2014
65 Visualizações

Aroeiras

Os ex-prefeitos de Aroeiras, Gilberto Oliveira (PMDB) e Giuseppe Oliveira (PMDB), retiraram apoio à candidatura de Cássio Cunha Lima (PSDB) ao Governo do Estado e aderiram à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB). Os vereadores Iran Firmino (PMDB), Mario Barbosa (PMDB) e Lula de Miro (PT) também passam a reforçar o palanque de Ricardo na cidade neste segundo turno.

As lideranças políticas de Aroeiras foram recebidas pelo governador em João Pessoa e garantiram empenho para reverter a vantagem obtida pelo tucano no município durante o primeiro turno. Giuseppe, que foi candidato a prefeito em 2012 e obteve 5.858 votos, afirmou que o povo reconhece em Ricardo um gestor sério e trabalhador.

Ele acrescentou que, como peemedebista, a decisão do partido de entrar integralmente na campanha de Ricardo também pesou na sua decisão. “Agora é uma nova eleição, e não dá para as duas correntes políticas ficarem no mesmo palanque, por isso, seguiremos com Ricardo, que precisa de mais quatro anos para concluir todas as obras iniciadas”, finalizou o ex-prefeito Giuseppe.

Além das lideranças de Aroeiras, participaram do encontro com o governador Ricardo Coutinho, o ex-prefeito de Queimadas, Carlinhos de Tião, o ex-deputado João Fernandes e o presidente do PSB de Campina Grande, Fábio Maia.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Policial
0 shares95 views

Botija: operação da Polícia Federal encontra 200 kg de drogas enterradas

Jota Alves - mar 27, 2017

Em Caldas Brandão, o caseiro do imóvel onde as drogas estavam enterradas foi preso em flagrante

Estado paga salários do mês de março ainda essa semana
Notícias
0 shares308 views
Notícias
0 shares308 views

Estado paga salários do mês de março ainda essa semana

Jota Alves - mar 27, 2017

Na próxima quinta-feira, 30, receberão os servidores inativos

Ministro pede para marcar julgamento da ação sobre chapa Dilma-Temer
Política
0 shares108 views
Política
0 shares108 views

Ministro pede para marcar julgamento da ação sobre chapa Dilma-Temer

Jota Alves - mar 27, 2017

Herman Benjamin deu 48 horas para o Ministério Público se manifestar; na última sexta (24), defesas de PT, PMDB e PSDB apresentaram alegações finais

Leave a Comment

Your email address will not be published.