Raniery censura Veneziano sobre declarações em relação ao PMDB: “me parece que está a serviço de alguém”

Em entrevista à imprensa da Capital, nesta terça-feira (10), Raniery censurou o colega peemedebista

janeiro 10, 2017
213 Visualizações

O deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) não gostou das declarações do deputado federal Veneziano Vital do Rego que condenou publicamente o fato de políticos adversário da legenda, a exemplo de Cássio Cunha Lima (PSDB), terem participado da confraternização do PMDB, ocorrida no restaurante Gulliver Mar, na Capital, no dia 28 de dezembro do ano passado.

Em entrevista à imprensa da Capital, nesta terça-feira (10), Raniery censurou o colega peemedebista e afirmou que Vené está “a serviço de alguém”.

“Eu acho que declarações públicas não colabora com isso, acho que esse diálogo deve ser interno. Às vezes me preocupa muito declarações públicas porque me parece que tem declarações que está a serviço de alguém. Então, declarações em detrimento ao partido que você pertence para talvez agradar ou está a serviço de outra agremiação, isso me preocupa bastante”, disse o parlamentar.

PSDB e PMDB estão na mesma aliança política da base governista em Brasília e na eleição anterior o peemedebista, deputado Manoel Júnior, foi vice na chapa encabeçada por Luciano Cartaxo (PSD), que foi defendida pelo PSDB.

A união das legendas na Paraíba terá reflexos evidentes em Guarabira e a conjuntura deve levar os grupos Paulino e Toscano a estarem num mesmo palanque nas próximas eleições.

 

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Policial
0 shares102 views

Botija: operação da Polícia Federal encontra 200 kg de drogas enterradas

Jota Alves - mar 27, 2017

Em Caldas Brandão, o caseiro do imóvel onde as drogas estavam enterradas foi preso em flagrante

Estado paga salários do mês de março ainda essa semana
Notícias
0 shares311 views
Notícias
0 shares311 views

Estado paga salários do mês de março ainda essa semana

Jota Alves - mar 27, 2017

Na próxima quinta-feira, 30, receberão os servidores inativos

Ministro pede para marcar julgamento da ação sobre chapa Dilma-Temer
Política
0 shares109 views
Política
0 shares109 views

Ministro pede para marcar julgamento da ação sobre chapa Dilma-Temer

Jota Alves - mar 27, 2017

Herman Benjamin deu 48 horas para o Ministério Público se manifestar; na última sexta (24), defesas de PT, PMDB e PSDB apresentaram alegações finais