Advogado de Guarabira faz crítica ácida sobre rampa de acesso em academia de saúde

A citada rampa foi construída pela gestão de Zenóbio Toscano (PSDB), durante o período de campanha

janeiro 10, 2017
275 Visualizações

 

Advogado militante dos mais requisitados da região do Brejo, Cláudio Galdino Cunha fez uma crítica em seu perfil na rede social Facebook, nesta terça-feira (10), de um flagrante na estrutura de uma das academias espalhadas pelos bairros de Guarabira.

De acordo com Cláudio, a academia fica localizada no bairro Esplanada e o que chamou a atenção foi a rampa de acesso construída pela Prefeitura de Guarabira.

“Revolucionária rampa de acesso para cadeirantes na academia da saúde do bairro Esplanada! Reparem no conceito, no design! Certamente a “ideia” vai ser exportada!,” postou Cunha.

A citada rampa foi construída pela gestão de Zenóbio Toscano (PSDB), durante o período de campanha, nas eleições passadas. Com pressa e com a necessidade de mostrar serviço aos moradores da localidade, a gestão entregou a obra sem se preocupar com os detalhes. O resultado é que o cadeirante não consegue acesso via rampa, que acabou ficando igual uma calçada.

Comente esta matéria

Você também pode gostar

Policial
0 shares97 views

Botija: operação da Polícia Federal encontra 200 kg de drogas enterradas

Jota Alves - mar 27, 2017

Em Caldas Brandão, o caseiro do imóvel onde as drogas estavam enterradas foi preso em flagrante

Estado paga salários do mês de março ainda essa semana
Notícias
0 shares310 views
Notícias
0 shares310 views

Estado paga salários do mês de março ainda essa semana

Jota Alves - mar 27, 2017

Na próxima quinta-feira, 30, receberão os servidores inativos

Ministro pede para marcar julgamento da ação sobre chapa Dilma-Temer
Política
0 shares109 views
Política
0 shares109 views

Ministro pede para marcar julgamento da ação sobre chapa Dilma-Temer

Jota Alves - mar 27, 2017

Herman Benjamin deu 48 horas para o Ministério Público se manifestar; na última sexta (24), defesas de PT, PMDB e PSDB apresentaram alegações finais